Como a pandemia impactou na utilização de ferramentas digitais

Com um futuro incerto causado pela pandemia do coronavírus, as estratégias e adaptações no meio digital não param de surgir. Veja, no artigo a seguir, como essas mudanças impactam no cenário das organizações empresariais. 

Nunca houve tantas transformações ligadas ao uso de tecnologia, principalmente das ferramentas digitais, depois que teve início a pandemia. De novos formatos de trabalhos ao atendimento ao cliente totalmente virtual. O mundo corporativo passou a enxergar a importância do investimento em softwares e sistemas que cumpram até as necessidades mais simples, como um ponto eletrônico remoto, por exemplo.  

Para os empresários, a força de investimentos em vendas significa muito nessa época de crise. Ou seja, agora é a hora de não deixar passar a ajuda efetiva que as ferramentas tecnológicas podem oferecer para atender os clientes e não perder vendas.

A importância de investir em ferramentas digitais

Em contrapartida às empresas que investem fortemente em inovações tecnológicas, existem as que foram pegas de “calças curtas” na pandemia. Algumas dessas foram impactadas de forma negativa por não acreditarem em alguns fatores importantes, como:  investimentos em TI, inovação, criatividade, marketing e vendas.

Leia também: O poder do marketing de relacionamento na era digital

Universidades e Escolas

Empresas de diversos segmentos sofreram impactos com a pandemia e precisaram reformular não só seus canais de prestação de serviços ao cliente, mas, também, a própria venda e entrega de produtos. As universidades e as escolas, por exemplo, tiveram que se adaptar ao sistema de ensino à distância. Todos os aspectos de portais para estudantes sofreram uma adaptação.

Varejo

As vendas online cresceram muito na pandemia. Por isso, nunca foi tão importante o investimento em e-commerces. A verdade é que a guerra na hora das vendas a varejo agora é virtual e, consequentemente, ferramentas de Marketing Digital são imprescindíveis para esse setor. Mecanismos de pagamentos seguros e fretes rápidos ganharam a graça dos consumidores na web. Empresas de grandes varejistas nacionais, por exemplo, até cresceram em ações em plena pandemia.

Saúde

No setor da saúde, tudo se transformou, desde as contratações via entrevistas online até o investimento em atendimentos modernos e avançados, como a telemedicina. A população que ainda necessitava de atendimento clínico por outra doença que não fosse o coronavírus, se viu desamparada. Assim, empresas privadas enxergaram aí novas formas de alcançar esses pacientes. Nesses momentos, não importa o setor, a tecnologia é o ponto central para cada serviço prestado. Desde um simples aplicativo de marcação de consultas até acompanhamento médico via teleconferência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *